.

 

Moratória da Soja: 10 anos de avanços na produção sustentável brasileira

Em 2016, a Cargill comemora sua posição de destaque na produção sustentável de soja e celebra um marco importante nos avanços de práticas responsáveis na nossa cadeia produtiva. Há exatos 10 anos foi criada a Moratória da Soja, uma iniciativa inédita que uniu pela primeira vez empresas, associações, ONGs e governo brasileiro em um compromisso único para não cultivar soja em áreas desmatadas no Bioma Amazônia.

A discussão teve início com discussões que apontavam a soja como um dos vetores responsáveis pelo desmatamento na região amazônica. Faltavam informações e dados precisos que dimensionassem o envolvimento da sojicultura no problema, fato que não diminuía uma preocupação maior que era endereçar o problema do desmatamento.

A Cargill já tinha iniciado em 2004 uma parceria com a TNC - The Nature Conservancy, de modo fomentar melhores práticas junto com os produtores rurais da região. Mas era preciso mais, um compromisso conjunto de todas as partes envolvidas.


Dessa forma, o setor privado, a sociedade civil e o governo federal, representado pelo Ministério do Meio Ambiente e pelo Banco do Brasil, começaram um trabalho conjunto por meio do Grupo de Trabalho da Soja. Neste grupo, foi aprimorado o monitoramento do plantio de soja no Bioma Amazônia, por meio de imagens de satélite. Com base nessa apuração precisa, as empresas passaram a ter garantias em relação aos fornecedores que poderiam fornecer soja em áreas livres de desmatamento.

Gradualmente, o governo brasileiro também foi implementando medidas que ajudaram a reduzir o desmatamento, como o início, em 2009, das operações de fiscalização integrada – IBAMA, Polícia Federal, Polícia Rodoviária, Exército e secretarias estaduais de Meio Ambiente. Em 2012 entrou em vigência o novo Código Florestal Brasileiro, que introduziu dois importantes instrumentos: o Cadastro Ambiental Rural e o Programa de Regularização Ambiental.

A Cargill acompanha este movimento evolutivo e tem participado ativamente de importantes iniciativas relacionadas à sustentabilidade. Veja a linha do tempo a baixo e o vídeo que mostra nossos avanços no Brasil, que culminaram em uma melhor governança do tema sustentabilidade e na Política para Florestas da Cargill, documento que orienta as práticas da empresa em toda a cadeia produtiva.

A Moratória da Soja mostra que é possível produzir grãos intensamente, servir aos nossos clientes e alimentar nossas populações dentro de um convívio de respeito aos recursos naturais.

10 anos moratoria

.